Beja: GNR deteve um indivíduo por violência doméstica. O quinto desde agosto.

A GNR deteve no distrito de Beja dezasseis pessoas em flagrantes delito, um dos quais por violência doméstica, foi a quinta desde o início de agosto.

Apesar de somente uma das detenções ter sido anunciada,  Lidador Notícias sabe que através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Especificas (NIAVE) o Comando Territorial de Beja (CTBeja) da GNR deteve num curto espaço de tempo do mês de agosto, mais quatro indivíduos suspeitos da prática de violência doméstica. Um ficou em prisão preventiva e os restantes três em prisão domiciliária, com recurso a pulseira eletrónica.

No conjunto de operações, no distrito, levadas a cabo pelo (CTBeja) na semana de 9 a 15 de setembro, que visaram a prevenção e combate à criminalidade violenta, fiscalização rodoviária, entre outras, foram detidas dezasseis pessoas em flagrantes delito.

Para além do individuo por violência doméstica, foram ainda detidas mais oito pessoas por condução sob o efeito do álcool, quatro por resistência e coação sobre funcionário, duas por condução sem habilitação legal e uma por tráfico de estupefacientes.

No que diz respeito ao crime de tráfico de estupefacientes, os militares apreenderam 1037 gramas de liamba, 60 doses de haxixe, 29 plantas de cannabis e nove doses de MDMA.
Das acções de fiscalização de trânsito e da fiscalização em geral, evidenciam-se os seguintes registos de 228 infrações detetadas, destacando-se: 23 relacionadas com tacógrafos, 15 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei, 14 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório, 13 relacionadas com iluminação/sinalização, 12 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças, 12 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução, 12 por falta de inspeção periódica obrigatória, 10 por excesso de carga e 5 por excesso de velocidade.

Quanto à sinistralidade rodoviária, a GNR registou trinta e cinco acidentes, com o registo de um morto, um ferido grave e dez feridos leves.

No que respeita à fiscalização geral, foram elaborados catorze autos de contraordenação, onze no âmbito da legislação policial e três no âmbito da legislação da proteção da natureza e do ambiente.

A GNR levou ainda a cabo três ações de sensibilização, uma no âmbito da operação “Comércio Seguro”, tendo sido sensibilizados seis comerciantes, uma no âmbito dos “Idosos em Segurança”, tendo sido sensibilizados 12 idosos e uma no âmbito de procedimentos de segurança a adotar pelos turistas, tendo sido sensibilizados 35 turistas.

Teixeira Correia

(jornalista)

Share This Post On
970x90_logo