Beja: Federação do PS fala do aeroporto como “infraestrutura aeroportuária complementar”.

O secretariado da Federação do Baixo Alentejo do Partido Socialista (FBAPS),  sublinha a relevância da realização das operações charter no Aeroporto de Beja, durante o mês de junho.

Reunido a 11 de junho, em Beja, a propósito dos novos voos no Aeroporto de Beja, o secretariado da FBAPS, com considera em comunicado que “com os constrangimentos” verificados no Aeroporto Humberto Delgado, atingindo o limite da sua capacidade útil, “o Aeroporto de Beja surge como uma infraestrutura aeroportuária complementar”, importante para a ampliação das capacidades logísticas colocadas ao serviço da dinamização da economia e da valorização do potencial do setor do Turismo.

“O 4.º Aeroporto de Portugal Continental é um importante ativo que deve ser valorizado e promovido”, referindo-se a infraestrutura aeroportuária alentejana.

A FBAPS considerada que “esse sentido de valorização deste ativo tem estado sempre presente nos passos positivos que têm sido dados para gerar soluções de dinamização da infraestrutura que, afirmado o potencial da região, contribuem para a economia nacional”.

Os socialistas lembram ainda “p enorme potencial agrícola gerado pelo Alqueva” e a afirmação de renovadas marcas da nossa identidade e da capacidade produtiva da região certamente contribuirão para somar ainda mais sentido à infraestrutura aeroportuária como canal de escoamento de produtos e da circulação de pessoas e bens, com impactos positivos na economia regional.

O Partido Socialista, através dos seus eleitos, nas Autarquias Locais, na Região e na Assembleia da República, “tem mantido uma persistente defesa da construção de soluções para a região”, com a firmeza de quem sabe que nem sempre o melhor caminho é do estridente sublinhar dos problemas acumulados em anos de governação. Nos canais adequados, nunca houve silêncio, conformação ou interesse em que os problemas persistam para agitar as massas.

O PS/Baixo Alentejo exorta todas as entidades da região “a envolverem-se diretamente no melhor acolhimento destas iniciativas”, por tudo o que significam para a afirmação do Aeroporto de Beja e da região.

O PS/Baixo Alentejo afirma a terminar que “continuará a trabalhar como sempre, dando voz à região com a procura de soluções no tom e no timbre do diálogo com os decisores”.

Share This Post On