Beja: Enfermeiros da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo estão hoje em greve.

Integrado no Plano Nacional de Lutas promovido pelo Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, os enfermeiros da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, EPE, estão hoje em greve durante os turnos da manhã e da tarde.

BEJA- Serv.Urgência Hospital_800x800Segundo um comunicado da Direção Regional do Alentejo do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, em causa está, designadamente, a discriminação negativa por parte do Ministério da Saúde/ Conselho de Administração que teima em manter 40 horas semanais de trabalho aos enfermeiros com contrato de trabalho para funções públicas (vulgo contrato individual de trabalho).

Para além deste são ainda motivos para a greve:

  • A acumulação de horas trabalhadas além das 140 ou 160 horas, que deveriam ser pagas como trabalho extraordinário;
  • Os feriados acumulados e dos quais exigimos o seu gozo (apenas no serviço de Medicina existem 164 por gozar);
  • A sobrecarga por ausência do número de enfermeiros suficientes e a pouca disponibilidade para os admitir;
  • A reposição do valor integral das “Horas de Qualidade” (DL 62/79)

A Direção Regional do Alentejo do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses promove hoje  pelas 11 horas junto à entrada principal do Hospital de Beja uma conferência de imprensa para explicar as razões e fazer o balanço da greve.

Share This Post On
970x90_logo