Beja: Detenções da GNR por condução sob efeito do álcool, um flagelo no distrito.

A GNR deteve no distrito de Beja onze pessoas em flagrantes delito. Seis por condução sob efeito do álcool e dois sem carta. Os militares detetaram 12 infrações por falta de inspeção periódica obrigatória.

As quinze detenções são alguns dos destaques de um conjunto de operações, no distrito, levadas a cabo pelo Comando Territorial Beja (CTBeja) na semana de 10 a 16 de setembro, que visaram a prevenção e combate à criminalidade violenta, fiscalização rodoviária, entre outras.

No comunicado sobre a actividade operacional enviado à redacção do Lidador Notícias (LN), a GNR dá também conta que houve uma detenção por posse de arma proibida.
No que diz respeito ao combate ao tráfico de estupefacientes, os militares do CTBeja apreenderam 6 doses doses de cocaína, 2 doses de haxixe e uma arma proibida (matraca).

Das acções de fiscalização de trânsito e da fiscalização em geral, evidenciam-se os seguintes registos: 340 infrações detetadas, destacando-se 73 por excesso de velocidade, 22 relacionadas com tacógrafos, 12 por falta de inspeção periódica obrigatória, 11 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório, 9 por condução com Taxa de Álcool no Sangue superior ao permitido por lei, 9 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução e 8 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças.

Quanto à sinistralidade rodoviária, a GNR registou trinta e oito acidentes, com o registo de sete feridos graves e quatro feridos leves.

No que respeita à fiscalização geral, foram elaborados vinte e três autos de contraordenação, destacando-se dezassete no âmbito da legislação da proteção da natureza e do ambiente e seis no âmbito da legislação policial.

A GNR levou ainda a cabo quatro ações de sensibilização no âmbito do programa “residência segura” – Prevenção de burlas, tendo sido sensibilizados 38 idosos;

Teixeira Correia

(jornalista)

Share This Post On