Beja: Condutor julgado por homicídio. Despiste provocou uma morte.

Acidente que envolveu uma colisão entre três veículos junto a Albernoa, em junho de 2016, e que esteve na origem da morte de um dos condutores, José Gomes Teixeira, começa hoje a ser julgado no Tribunal de Beja. Condutor arguido, acusado de do crime de homicídio por negligência.

O condutor de uma viatura comercial de mercadorias começa hoje a ser julgado no Tribunal de Beja, acusado do crime de homicídio por negligência, ao provocar um acidente que envolveu três viatura e esteve na origem da morte de um dos condutores. O arguido arrisca uma pena de prisão até três anos ou com uma pena de multa

Caso remonta a 21 de junho de 2016, cerca das 05,50 horas, quando a viatura conduzida por José João Raposo, de 62 anos, residente em Arraiolos, invadiu a via contrária, bateu na traseira de um pesado de mercadorias e na dianteira do ligeiro de passageiros conduzido por José Teixeira, de 56 anos, provocando a morte deste.

O acidente ocorreu no IP2, perto de Albernoa, concelho de Beja, quando o arguido, segundo o despacho de acusação do Ministério Público (MP), “por fadiga e sono, invadiu a via contrária e em função do embate na viatura de José Teixeira, causou a morte logo no local do acidente”.

Em consequência do violento embate, o veículo conduzido por José Teixeira, saiu da faixa de rodagem, tendo capotado várias vezes, imobilizando-se a mais de 100 metros do local do acidente, tendo a vítima ficado encarcerada.

José Teixeira, residia em Beja, era chefe de produção da EPHOS, empresa prestadora de serviços na Mina Neves-Corvo, em Castro Verde, para onde se deslocava para trabalhar. Era casado e deixou órfãs duas raparigas, então com 17 e 22 anos, respetivamente. A mulher e as filhas da vítima, são demandantes no processo.

O Ministério Público de Beja mandou extrair certidão, para participação do acidente de viação remetida à GNR para instaurar procedimento contra-ordenacional contra Artur Lucas, o condutor do pesados de mercadorias, abalroado pelo arguido, por circular em excesso de velocidade.

Teixeira Correia

(jornalista)

Share This Post On
970x90_logo