Beja: Comandante Distrital da PSP reconduzido no cargo.

O superintendente Raul Glória Dias, Comandante do Comando Distrital de Beja da Polícia de Segurança Pública (PSP), foi reconduzido cargo por mais três anos.

Segundo apurou o Lidador Notícias, o despacho da Direção Nacional da PSP, comandada pelo Superintendente-chefe Magina da Silva, reconduz no cargo o oficial superior por mais três anos, tendo uma retroatividade ao início do passado mês de fevereiro.

Raul Glória Dias, de 52 anos, é natural de Peniche, é licenciado pelo Instituto Superior de Ciências Policiais e Segurança Interna (Lisboa), está no cargo de Comandante do Comando Distrital de Beja, desde 2 de fevereiro de 2017, altura em que transitou do Comando Distrital de Évora.

Recorde-se que desde o dia 4 de outubro de 2017, que o CDBeja da PSP, não tinha o cargo ocupado, nem mesmo em suplência, depois da saída do subintendente Nuno Poiares, para Instituto Superior de Ciências Policiais e Segurança Interna, tendo o cargo tem sido ocupado em acumulação pelo atual comandante do Comando Distrital de Beja da Polícia de Segurança Pública, o Superintendente Raul Glória Dias.

O oficial, tem desde 17 de setembro de 2019 como segundo comandante, o Intendente João Carlos da Silva Martins, que chegou a Beja vindo do Funchal, um oficial de 46 anos de idade, natural de Coruche, licenciado pelo Instituto Superior de Ciências Policiais e Segurança Interna (em Lisboa) e possuidor do Curso Superior de Medicina Legal (ministrado pela Delegação de Coimbra do Instituto Nacional de Medicina Legal) e, até ser colocado em Beja exercia funções como Comandante da Divisão Policial do Funchal, no Comando Regional da Madeira da PSP.

Quase dois anos depois, o Comando Distrital de Beja (CDBeja) da PSP voltou a ficar completo com a tomada de posse  no passado dia 17 de setembro do 2º comandante, o Intendente João Carlos da Silva Martins.

Teixeira Correia

(jornalista)

Share This Post On
970x90_logo