Beja: Carlos Moedas, Comissário Europeu, condena atentado de Manchester.

Carlos Moedas, Comissário Europeu, esteve esta manhã em Beja, numa iniciativa do “Melhor Alentejo” e condenou o atentado bombista em Manchester (Inglaterra).

“Vamos ter que viver com estas situações durante muitos anos. Não vamos resolver o problema do terrorismo a fechar fronteiras e com uma política de isolacionismo”, disse esta manhã em Beja, o Comissário Europeu para a Investigação, Inovação e Ciência, que condenou “o crime e a barbárie” dos atentados de ontem à noite em Manchester.

Carlos Moedas falava aos jornalistas à margem de uma conferência promovida pelo Movimento “Melhor Alentejo”, onde falou e depois teve um encontro com Guillermo Vara, presidente da Junta da Extremadura (Espanha).

O Comissario Europeu considerou que é necessário “ter a capacidade de não reagir de forma emocional, apesar de vermos as vidas destruídas de crianças e jovens”. Moedas sustentou que muitos terroristas “não vêm de fora, estão cá dentro. Têm passaporte do país, são nacionais dos países”, justificando que os mesmos “se convertem pela internet”, rematou.

O “comissário alentejano” como é conhecido, por ser natural de Beja, defendeu que “demorámos muitos anos a ter registos de passageiros nos aviões. Temos que ter um registo de entradas e saídas na Europa”, concluiu.

Carlos Moedas considerou como crucial “a partilha de mais informação entre os vários governos”, justificando que é precisar “ter capacidade para pensar que Europa queremos e que possa resolver as situações a nível global e europeu”, rematando que é preciso “dar poderes para fazer isso”, rematou.

Teixeira Correia

(jornalista)

Share This Post On
970x90_logo