Beja: Câmara alerta para interdição do Parque Fluvial de Cinco Réis.

A autarquia de Beja alerta a população de que o espaço está interdito para utilização pública e que qualquer acidente que ocorra é da responsabilidade individual. As violações por parte dos cidadãos são puníveis com multas.

A Câmara Municipal de Beja emitiu um comunicado onde informa que “o Parque Fluvial de Cinco Reis é área de obra, entregue ao empreiteiro “Vibeiras S.A.” e nessa condição permanecerá até 20 de julho de 2020, inclusive”.

O espaço está interdito à utilização pública uma vez que se movimentam mesmo na zona de areal, fins-de-semana incluídos, viaturas pesadas que transportam materiais diversos para o Parque Fluvial.

De resto ainda não existe limpeza e higienização do espaço, delimitação da zona para banhos, nadador-salvador, afixação das análises feitas à qualidade da água pela APA, apoio de bar, sinalética diversa, abertura dos parques de estacionamento e outros equipamentos que a seu tempo serão disponibilizados.

Esclarecemos ainda que o empreiteiro pode recorrer ao auxílio das autoridades para retirar quaisquer pessoas da zona de obra, convenientemente assinalada mas sistematicamente ignorada ou violada por alguns dos visitantes do espaço de obra. A violação do espaço de obra é punível com contraordenação caso as autoridades decidam elaborar auto de notícia.

A Câmara Municipal de Beja esclarece ainda que qualquer acidente que ocorra, dentro ou fora de água, na zona em obra e que é todo o Parque, é da responsabilidade individual até à abertura do mesmo.

O Parque Fluvial será aberto ao público na sexta-feira, dia 24 de julho, ficando aí disponível para utilização segura de todos, sendo essa a data a partir da qual pode, e deve, ser frequentado e visitado.

Teixeira Correia

(jornalista)

Share This Post On
970x90_logo