Your SEO optimized title

Barrancos: Furtados presuntos, enchidos e outro material. Prejuízo ronda os 50 mil euros.

Setenta presuntos e cinquenta caixas de enchidos de Porco Preto, e outro material, foram furtados na madrugada de ontem do interior da empresa “Sabores de Barrancos”, localizada no Parque Industrial da vila alentejana.

Foram ainda furtados, uma balança digital e diverso material usado na fabricação dos enchidos. O prejuízo é elevado e ronda os 50 mil euros, não tendo sido possível apurar se a empresa tinha seguro. A viatura usada no assalto foi encontrada, abandonada e vazia, algumas horas depois do furto, perto de Alcochete.

A empresa é propriedade de dois primos, André Carvalho e Emílio Domingues, que além da vida empresarial, são também, presidentes da Junta de Freguesia e da Assembleia Municipal de Barrancos, respetivamente.

O grupo de assaltantes usou uma viatura furtada, para rebentar um portão de acesso ao interior da fábrica, fundada em 2013 e que se dedica à produção, elaboração e cura de produtos derivados daquela raça de suínos.

O assalto foi consumado, sem que ninguém se tivesse apercebido de movimentações ou pessoa suspeitas. O crime foi detetado às 08,00 horas, quando os primeiros trabalhadores da empresa chegaram ao local.

“Os assaltantes furtaram uma carrinha com contentor, que estava no exterior de uma oficina de mecânica, localizada perto da fábrica”, disse ao LN, André Carvalho, que confirmou também que foi encontrada pelas autoridades “perto de Alcochete”, para onde se deslocou de imediato.

Junto de um habitante de Barrancos foi possível apurar que “os assaltantes fizeram uma ligação direta para colocar a carrinha a trabalhar”.

Além de abastecer diversas superfícies comerciais em vários pontos do País, a produção das últimas semanas foi maior, já que entre a passada sexta-feira e domingo, decorreu a ExpoBarrancos, feira de presuntos e enchidos, onde a empresa marcou presença.

A investigação está entregue à GNR, tendo no local estando militares do Núcleo de Apoio Técnico da vertente de Investigação Criminal do Comando Territorial de Beja, estando ainda os assaltantes a monte.

Teixeira Correia

(jornalista)

Share This Post On