Baixo Alentejo: Meios aéreos baseados no distrito duplicam a partir de 1 de julho.

A partir do dia 1 de julho de 2018, o distrito de Beja passa a contar com a presença de dois Helicópteros Bombardeiros Ligeiros sediados em Moura e em Ourique, num reforço de 100% dos meios aéreos presentes no território.

Segundo um comunicado da Federação do Baixo Alentejo do Partido Socialista (FBAPS) o reforço dos meios aéreos estacionados no distrito de Beja, foi concretizado pelo governo, correspondendo a uma das premissas fundamentais da garantia de meios para um ataque inicial eficaz e para o apoio ao combate desenvolvido nos teatros de operações.

Segundo a FBAPS, depois do esforço comunitário realizado na prevenção dos incêndios florestais em 2018, importa sublinhar o esforço de mobilização de recursos humanos e materiais realizado para assegurar um adequado estado de prontidão perante a eventualidade de ocorrência de incêndios florestais.

Este reforço será uma importante ajuda no trabalho do dispositivo de proteção civil estabelecido, em que os bombeiros voluntários das diversas corporações do distrito continuarão a desempenhar um papel fundamental, em
resultado de um impulso cívico que em muito contribui para a qualidade de vida e tranquilidade das nossas comunidades.

Tendo presente o exemplo cívico dos bombeiros voluntários, a predisposição do restante dispositivo de proteção civil e a existência de meios, a FBAPS realça ainda a importância decisiva dos comportamentos cívicos individuais e comunitário na não ampliação dos fatores de risco de incêndio.

Share This Post On