Aviação: Taxas no aeroporto do Porto e Faro sobem. No Terminal de Beja ficam iguais.

As taxas nos aeroportos do Porto e Faro aumentam hoje 1,4% e 1,49%, respetivamente, segundo uma deliberação da Comissão Executiva da ANA – Aeroportos de Portugal, datada de novembro. Em Beja as mesmas não sofrem alteração.

A proposta para o aumento global médio das taxas de 1,40% para o Porto tem por base uma estimativa de quase 12,5 milhões de passageiros com destino naquela cidade, uma receita regulada de 100,8 milhões de euros e uma receita regulada por pessoa de 8,06 euros. O aumento da receita deverá aproximar-se dos 1,3 milhões de euros.

Já para a subida de 1,49% nas taxas de Faro, a ANA apresentou a estimativa de 8,8 milhões de passageiros, uma receita regulada de 72,7 milhões de euros e uma receita regulada prevista para 2019 por pessoa de 8,21 euros.

Em Lisboa, o processo de consulta para a atualização dos valores iniciou-se em setembro de 2018, mas no início de outubro o regulador do setor (ANAC), impôs a suspensão, depois de verificar “uma contradição” entre o contrato de concessão e os cálculos efetuados.

Foi retomado em 26 de novembro, recordou a ANA — Aeroportos de Portugal, que informou, na mesma deliberação, que a subida média das taxas reguladas, em termos anuais, na Madeira é de 0,01%, nos Açores é de 1,38%, enquanto em Beja não haverá aumentos.

Número de passageiros a 55 milhões em 2018

Segundo dados divulgados pela Vinci Airports, a empresa proprietária da ANA-Aeroportos de Portugal, o número de passageiros nos aeroportos portugueses ascendeu aos 55 milhões em 2018, o que representa uma subida de 6,8% face ao ano anterior, não tendo sido revelados dados relativos ao Terminal Civil de Beja.

 Beja recebeu 1.564 passageiros entre abril e junho de 2018.

Recorde-se que segundo os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), relativamente ao segundo trimestre de 2018, o Terminal Civil (aeroporto) de Beja (TCBeja) recebeu 1.564 turistas, mais 756 do que em igual período do ano passado. Quanto ao tráfego doméstico não houve passageiros entre abril e junho.

O TCBeja foi responsável por 0,01% de todo o tráfego nacional nas quinze estruturas aeroportuárias do Continente e Ilhas, que ultrapassou os 15,5 milhões de passageiros.

Pelo TCBeja passaram 13 passageiros no mês de abril, 19 em maio e 1.532 em junho, no total de 1.564. No ano passado passaram pela infraestrutura bejense 796 passageiros no mês de abril, 0 (zero) em maio e 12 em junho, o que totalizou 808 visitantes.

Face aos números registados em junho de 2017 e de 2018, registou-se, segundo os números do INE, uma taxa de variação homóloga de mais 12.666,7% (mais de 12 mil por cento).

No diz respeito ao tráfego doméstico, não houve qualquer passageiro que tenha passado pelo TCBeja entre abril e junho do corrente ano. Segundo o INE, no mesmo período do ano passado verificou-se um movimento de 483 passageiros, todos durante o mês de abril.

Destes números pode aferir-se que todo o tráfego, 1.564 passageiros, que passou pelo TCBeja no 2º trimestre de 2018, foi de cariz internacional, ou seja, 13 passageiros no mês de abril, 19 em maio e 1.532 em junho.

Relativamente a este situação, no 2º trimestre de 2017, passaram pelo TCBeja 325 passageiros, 313 no mês de abril, 0 em maio e 12 em junho, o que significou que um aumento de 381,2% este ano.

Share This Post On
970x90_logo