Your SEO optimized title

Autárquicas (16): PS ganha as Câmaras de Beja e Moura. Socialistas conquistam 10 autarquias.

Autárquicas (16): PS ganha as Câmaras de Beja e Moura. Socialistas conquistam 10 autarquias.

Paulo Arsénio e Álvaro Azedo são os novos presidentes das Câmaras de Beja e Moura, dando vitórias históricas ao Partido Socialista. O PS conquista as Câmaras de Aljustrel, Almodôvar, Barrancos, Beja, Castro Verde, Ferreira do Alentejo, Mértola, Moura, Odemira e Ourique. A CDU ganhou Alvito, Cuba, Serpa e Vidigueira, esta última sem maioria. Os socialistas vão também assumir a liderança da CIMBAL.

Autárquicas (15): Reeleitos presidentes das Câmaras de Mértola, Odemira e Serpa. Os socialistas Jorge Rosa e José Alberto Guerreiro e o comunista Tomé Pires, reconduzidos por mais 4 anos.

Autárquicas (14): O socialista Nelson Brito, foi reeleito presidente da Câmara de Aljustrel.

Autárquicas (13): O candidato da CDU, Luís Raposo, sucesso a Manuel Narra na liderança da Câmara da Vidigueira.

A CDU não conseguiu a maioria e fica dependente de uma aliança ou com o PS, com 2 mandatos ou com o Movimento Independente que conseguiu um mandato.

Autárquicas (12): O comunista João Português foi reeleito em Cuba, mantendo a maioria com 3 vereadores contra 2 do PS.

Autárquicas (11): CDU perde também Câmara de Barrancos. Socialista João Serranito Nunes eleito. Três vereadores PS e 2 da CDU.

Autárquicas (10): Sucessor de Pedro do Carmo há dois anos na Câmara de Ourique, foi hoje eleito, mantendo a maioria de 4-1 em relação ao PSD.

Autárquicas (9): O socialista António José Brito, deu a vitória histórica, do Partido Socialista. Francisco Duarte já assumiu na Rádio Pax a derrota.

Autárquicas (8): Hortênsia Menino (CDU), presidente da CIMAC, foi reeleita presidente da edilidade de Montemor-o-Novo.

Autárquicas (7): O ex-presidente e ex-deputado Luís Pita Ameixa regressa à presidência da Câmara de Ferreira do Alentejo. Conseguiu 4 mandatos contra 1 da CDU. Reforçou maioria (2013: 3 a 2) do PS.

Autárquicas (6): José Manuel Grilo sucessor há 4 anos de Norberto Patinho, foi reeleito em Portel. O PS conseguiu 4 mandatos e a CDU 1.

Autárquicas (5): O socialista Bengalinha Pinto foi reeleito em Viana do Alentejo, tendo conseguido a maioria. Três mandatos contra 2 da CDU.

Autárquicas (4): António Recto (MICRE), sucessor há 4 anos de Alfredo Barroso, foi reeleito, mas o Movimento perdeu a maioria absoluta.

O MICRE conseguiu 2 mandatos, CDU, PSD e PS, conseguiram um mandato cada, o que obriga Recto a fazer aliança para governar.

Autárquicas (3): José Calixto (PS), em Reguengos de Monsaraz e Luís Matias (CDU), em Mora, foram reeleitos. São dois concelhos que nunca mudaram de cor política.

Autárquicas (2): António João Valério foi reeleito presidente da Câmara de Alvito, a CDU conseguiu 3 mandatos e o PS 2.

Autárquicas (1): As eleições deste domingo registaram, de acordo com as projeções, uma taxa de abstenção entre os 40 e os 44%, menor do que a registada nas Autárquicas de 2013.

Recorde-se que em 2013 a abstenção foi de 47,4%, a mais alta de sempre em autárquicas, confirmando uma tendência crescente desde o escrutínio autárquico de 1982.

As eleições autárquicas mais participadas de sempre foram as de 1979, com uma taxa de abstenção 26,2 por cento. As primeiras eleições autárquicas em democracia, em 1976, registaram 35, 4 por cento de abstenção.

Vão ser eleitos 308 presidentes de Câmara e 3.092 presidentes de Juntas de Freguesia. Em 2013, o PS elegeu 150 presidentes de câmara, o PSD conseguiu 106, 20 em coligação, a CDU alcançou 34 presidências, o CDS venceu em 5 autarquias e os Independentes em 13 câmaras.

Teixeira Correia

(jornalista)

Share This Post On