Autarquias: Aumentaram os atrasos nos pagamentos no 1º semestre de 2019.

Câmara de Beja paga a menos de 30 dias (prazo médio). Há mais sete autarquias dentro desse registo. Conselho de Finanças Públicas diz que atrasos nos pagamentos, aumentaram nas autarquias.

O prazo médio de pagamento dos municípios foi de 27 dias no primeiro semestre de 2019, menos um dia do que em 2018, mas subiram de 30 para 37 as autarquias que demoram mais de 90 dias a pagar.

No primeiro semestre o número de municípios que demoram mais de 90 dias a pagar aos fornecedores aumentou de 30 para 37 em relação ao final de 2018, sendo a primeira vez que se regista uma subida destas situações desde 2015, indica o relatório sobre a evolução orçamental da administração local, hoje divulgado pelo Conselho de Finanças Públicas (CFP).

Pagamentos das Câmaras do Distrito de Beja (prazo médio)

Menos de 30 dias (8): Alvito, Almodôvar, Barrancos, Beja, Cuba, Ferreira do Alentejo, Mértola e Odemira.

Mais que 60 dias, mas menos que 90 dias (4): Aljustrel, Castro Verde, Moura e Vidigueira.

Mais que 90 dias, mas menos que 6 meses (1): Serpa

Mais que 6 meses, mas menos que um ano (1): Ourique

Segundo o documento, “de acordo com os dados disponíveis e publicados pela DGAL [Direção-geral da Administração Local], de natureza ainda preliminar, este número [de autarquias que pagam a mais de 90 dias] terá observado um ligeiro aumento entre o final de 2018 e o final de junho de 2019 o que, a confirmar-se, indicaria uma inversão da trajetória de redução observada desde pelo menos 2015” (ver mapa elaborado pelo CFP).

Desde 2018 que o prazo médio de pagamento (PMP) do conjunto dos municípios portugueses baixou para um nível inferior à fasquia dos 30 dias e os dados relativos aos primeiros seis meses de 2019 indicam que a média terá registado novo recuo, situando-se agora nos 27 dias.

Share This Post On
970x90_logo