Arbitragem : Publicadas as classificações dos Nacionais. Beja continuam sem árbitros na 1ª categoria.

O Conselho Nacional de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol publicou ontem as classificações dos árbitros dos Quadros Nacionais. Beja continua sem árbitros na 1ª categoria.

Bola_800x800A arbitragem bejense volta a não estar representada na 1ª categoria, depois de conhecidas as classificações dos árbitros do Quadro Nacional, divulgadas ontem pelo Conselho Nacional de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol, onde Dinis Gorjão (47º) e Bruno Vieira (58º), não conseguiram lugar de acesso ao maior escalão.

Recorde-se que no ano passado o bejense José Dinis Gorjão foi “afastado” dessa promoção depois de um escandaloso casos do toque de um telemóvel durante a prova escrita em que o juiz bejense foi “trocado no berço” com  Rui Oliveira (Porto), no final do estágio do curso de Formação Elite nível 3 que decorreu o passado de 27 de junho a 5 de julho em Rio Maior, que dava acesso à 1ª categoria e a dirigir jogos da Liga Portuguesa de Futebol Profissional.

O Conselho de Arbitragem da A.F,.Beja recorreu da decisão, mas não foi dada razão sobre a subida de Dinis Gorjão, tendo Vitor Pereira, presidente do CA da FPF, estado em Beja, mas das “oratória conciliadora” ( não se está a falar em promessas de subida) nada de

Classificações de Futebol de 11 (classificações: http://www.fpf.pt/Institucional/Documentacao ….. CO 416)

C2: 47º lugar- Dinis Gorjão e 58º lugar- Bruno Vieira

C2N3: 11º lugar- Tiago Cordeiro e 15º lugar- Ricardo Diogo

CF: 29º lugar: Marisa Sousa

Observadores: 35º lugar: Manuel Custódio

Classificações de Futsal (classificações: http://www.fpf.pt/Institucional/Documentacao ….. CO 422)

C2a: 36º lugar- Fábio Carapuça, 48º lugar- Daniel Lança, 62º lugar- Emanuel Camilo, 68º lugar- José de Sá e 85º lugar- David Tripa

Depois de “limados” alguns pormenores, vai depois ficar a saber-se se ainda haverá possibilidades de promoções, um dos casos é o de Tiago Cordeiro, na categoria C2N3, e quem vai conhecer o sabor amargo da descida de divisão.

Teixeira Correia

(jornalista)

 

Share This Post On