Aljustrel: Em julho de 2012 avião de combate a incêndios amarou na barragem do Roxo.

Foi há 7 anos que um avião da Proteção Civil falhou o enchimento e amarou na barragem do Roxo, em Aljustrel. Tal como ontem em Castelo e Bode, o piloto saiu ileso.

Foi no dia 17 de julho de 2012, que um avião da Proteção Civil amarou na Barragem do Roxo, entre os concelhos de Aljustrel e Beja. O aparelho, que participava no combate às chamas que lavram no concelho de Tavira, estava a reabastecer quando se deu o incidente.

O piloto do aparelho ‘Fire Boss’ foi recolhido por um helicóptero da Força Aérea e transportado para o Hospital de Beja. Uma equipa do INEM foi também chamada ao local.

Fonte do Comando Nacional da Proteção Civil disse na altura que “o piloto encontra-se bem, estável e sem danos físicos a lamentar” e confirmou que o avião estava a ajudar no combate às chamas em Tavira quando se deu “o incidente”.

“O avião não caiu. Houve um incidente quando estava a fazer o enchimento, aquilo a que chamamos scooping”, disse fonte da Proteção Civil.

Teixeira Correia

(jornalista)

Share This Post On
970x90_logo